Ibovespa cai pressionado por papéis de construtoras

Graça Foster renuncia ao cargo de presidente da Petrobras, mas ação da estatal opera em queda como ajuste à alta da véspera

Por O Dia

O Ibovespa opera no vermelho nesta quarta-feira, dia em que Graça Foster apresentou o pedido de renúncia ao cargo de presidente da Petrobras, atitude replicada por outros cinco diretores. A nova diretoria será conhecida na sexta-feira. Ontem o mercado já havia precificado a saída de Graça, o que refletiu de maneira positiva nas ações da estatal, que dispararam mais de 15%.

Por volta das 13h, o principal índice da Bovespa tinha queda de 0,3%, aos 48.948 pontos, pressionado principalmente pelos papéis de construtoras. À frente das perdas, Gafisa ON tinha queda de 4%. Na outra ponta, Banco do Brasil ON avançava 3,21%. As ações da Petrobras, por sua vez, se ajustavam à alta da véspera e recuavam – a preferencial caía 1,30% e a ordinária perdia 0,72%.

Nos Estados Unidos, as bolsas operam no vermelho após a criação de novas vagas de trabalho no setor privado ter ficado baixo da expectativa dos analistas, em 213 mil no mês de janeiro. O número é visto como uma prévia do relatório geral de emprego, Payroll, a ser conhecido na sexta-feira. Por volta das 13h, o Dow Jones caía 0,14% e o S&P tinha queda de 0,36%.

Ainda no cenário internacional, tudo indica que a Grécia entre em um acordo para permancer na Zona do Euro. Após o ministro das finanças, Yanis Varoufakis, ter apresentado um novo programa econômico ao presidente do Banco Central Europeu, Mario Drahgui, o primeiro ministro do país, Alexis Tsipra, se encontra hoje com Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia, e com o presidente da França, François Hollande.

No mercado de câmbio, o dólar disparava 1,36%, cotado a R$ 2,273 na venda.

Últimas de _legado_Notícia