Por parroyo

Após abrir volátil, o Ibovespa se firma em campo positivo e, por volta das 13h, subia 0,35%, aos 53.988 pontos. Pela manhã, a cautela predominou no mercado, com os investidores avaliando a nova fase da operação Lava Jato, que investiga contratos da Caixa Econômica Federal e do Ministério da Saúde.

O esforço do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, em “arrumar a casa” e também o bom desempenho das bolsas dos EUAimpulsionam o principal índice da Bovespa. Após ir a São Paulo pedir ajuda ao mercado de capitais para o investimento em infraestrutura, Levy participa da reunião do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), em Goiânia, e defende que a convergência de alíquotas de ICMS tem de ser gradual – o que significa que o governo deve amortizar perdas de arrecadação dos estados com economia mais frágil.

À frente dos ganhos, PDG ON subia 5,17%. Na outra ponta, Sabesp ON perdia 2,40%. As ações preferenciais da Petrobras operam estáveis, após terem avançado mais de 9% ontem diante da expectativa de que a estatal apresente o balanço auditado na próxima semana. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, a petroleira estima que a perda com o esquema de corrupção ficará entre R$ 5 e R$ 6 bilhões.

Nos Estados Unidos, as bolsas operam no azul, impulsionadas pelas ações da GE que avançam como reflexo do anúncio de venda de grande parte da GE capital, braço financeiro da companhia considerado um negócio de “alto risco”. Por volta das 13h, o Dow Jones subia 0,50%.

No mercado de câmbio, o dólar sobe 0,22%, cotado a R$ 3,077 na venda.

Você pode gostar