Por bruno.dutra

São Paulo - Economistas de instituições financeiras voltaram a aumentar a projeção de inflação para este ano, com ajuste para cima de a 8,25%, 0,02 ponto percentual a mais do que na pesquisa anterior, com alta esperada de 13,10% dos preços administrados, 0,10 ponto a mais.

Para 2016, os especialistas consultados veem o IPCA a 5,6% ao final do ano, o mesmo que na pesquisa anterior, com os administrados a 5,71%, ante 5,6% antes.

Já para o dólar, a estimativa para o final de 2015 passou a R$ 3,20, sobre R$ 3,21 na semana anterior, e para o fim de 2016 é de R$ 3,30, sem alteração.

Sobre o Produto Interno Bruto, a pesquisa mostrou que para 2015 a projeção é de contração de 1,1%, ante recuo de 1,03% previsto na semana anterior. Para 2016 a previsão de crescimento foi mantida em 1%.

Já a previsão para o recuo do Produto Interno Bruto (PIB) passou de 1,03% para 1,1% neste ano.


Você pode gostar