Ibovespa opera no vermelho seguindo bolsas dos EUA

Presidente do Federal Reserve alerta sobre potencial bolha no mercado financeiro. Dólar recua, cotado a R$ 3,05

Por O Dia

O Ibovespa opera volátil nesta quarta-feira, seguindo as bolsas norte-americanas, que recuam após a presidente do Federal Reserve (Fed), Janet Yellen, ter alertado sobre o perigo da formação de uma bolha no mercado acionário em meio aos preços “bastante elevados” dos ativos. Por volta das 13h, o principal índice da Bovespa caía 0,82%, aos 57.576 pontos.

No Brasil, as críticas do ex-presidente Lula ao projeto de terceirização foram mal recebidas pelo PMDB, que ameaça não apoiar as Medidas Provisórias 664 e 665, que determinam novas regras para acesso a benefícios previdenciários, como parte do ajuste fiscal, e estão na pauta de hoje para votação no plenário da Câmara dos Deputados.

À frente dos ganhos, Natura ON subia 6,42%. Na outra ponta, Runo ON tinha queda de 5,11%. As ações preferenciais da Petrobras, por sua vez, perdiam 1,46%, enquanto as ações da Vale (VALE5) recuavam 1,82%.

Nos Estados Unidos, foram criados 169 mil empregos no setor privado em março, o menor número desde dezembro de 2014. Embora o dado, em tese, corrobore para o Fed manter a taxa de juro baixa por mais tempo, a presidente da autoridade monetária, Janet Yellen, declarou que as ações estão muito valorizadas, o que pode abrir espaço para uma bolha no mercado financeiro. A fala de Yellen espalhou mau humor entre os investidores, e as bolsas operam no vermelho. Por volta das 13h, o Dow Jones caía 0,40%.

No mercado de câmbio, o dólar caía 0,54%, cotado a R$ 3,052 na venda.

Últimas de _legado_Notícia