Ibovespa cai 0,3% na esteira das bolsas dos Estados Unidos

Investidores operam com cautela em meio à inquietação com o impasse sobre a Grécia e possibilidade de o Fed os juros em setembro

Por O Dia

A Bovespa fechou em queda nesta segunda-feira, em meio à pressão negativa de Wall Street e de ações de mineradoras e siderúrgicas, enquanto papéis de concessionárias ficaram entre as maiores altas antes do anúncio de pacote do governo federal para o setor de infraestrutura.

O Ibovespa caiu 0,31%  por cento, a 52.809 pontos. O volume financeiro somou apenas R$ 5 bilhões, abaixo da média do ano, de quase R$ 7 bilhões.

O índice acionário dos Estados Unidos S&P 500 fechou em queda de 0,65%, em meio à inquietação com o impasse sobre a Grécia e com os agentes financeiros ponderando a possibilidade de o Federal Reserve elevar os juros em setembro, após números fortes sobre o mercado de trabalho na última sexta-feira.

"O cenário internacional seguiu pressionado com a questão grega, enquanto, no front local, investidores estão cautelosos e aguardando novidades com relação a medidas econômicas", disse o analista-chefe da corretora Walpires, Angelo Larozi.

Destaques

Rumo ALL subiu 4,51%, liderando as altas do Ibovespa, em meio a expectativas sobre o anúncio do pacote de concessões previsto para a terça-feira, que deve envolver investimentos bilionários em rodovias, aeroportos, ferrovias e portos. Ecorodovias, na sequência, avançou 3,71%.

Petrobras fechou no azul, com as ordinárias ganhando 0,22% e as preferenciais com variação positiva de 0,08%, conforme o mercado segue na expectativa da divulgação de seu plano de negócios, aguardado para este mês.

Vale recuou, com as preferenciais perdendo 3,18% e as ordinárias 2,43%, após dados de comércio exterior chinês mostrarem que as importações de minério de ferro do maior consumidor do mundo da commodity caíram 11,6% em maio ante o mês anterior. Os preços à vista do minério de ferro ficaram estáveis nesta segunda-feira.


Últimas de _legado_Notícia