Por marlos.mendes

Rio - As casas e prédios feitos de contêiners já são conhecidos pelo mundo e começam a ganhar espaço no país. A proposta é de moradias com custo mais acessível, podendo chegar a 50% de redução no preço final se comparado ao método tradicional. Esse tipo de moradia também é considerado como móvel e pode ser levado para qualquer lugar. Outro ponto positivo é que já tem um agente financeiro estudando o projeto para financiar esse modelo de imóvel.

Um contêiner transformado para residência de 15 metros quadrados%2C com quarto%2C banheiro e cozinha pronta para morar sai por R%24 16.500.Divulgação

“Uma casa-contêiner não se limita aos contêiners. É necessário investir em isolamento acústico e acabamento. Mas ainda assim, seu valor final é menor”, diz Durgan Ballan, arquiteto responsável da construtora Ka-dur do Brasil. Para se ter ideia, um contêiner transformado para residência de 15 metros quadrados, com quarto, banheiro e cozinha pronta para morar sai por R$ 16.500. Já o modelo de 35 metros quadrados, com dois quartos, sendo um suíte e lavabo, custa R$ 46 mil.

Algumas técnicas, como aproveitamento de espaços, junção de contêiners, acabamento interno e externo são trabalhadas para que o resultado final seja agradável e se equipare com uma construção convencional. Porém, mais responsável com relação ao meio ambiente e economicamente mais viável.

Um contêiner transformado para residência de 15 metros quadrados%2C com quarto%2C banheiro e cozinha pronta para morar sai por R%24 16.500.Divulgação

Segundo o arquiteto, uma casa de 90 metros quadrados, com três quartos sendo duas suítes, é vendida por R$ 117 mil. Mas o custo final sempre vai depender do acabamento que o dono do imóvel escolher. Se for escolhido piso de porcelanato, por exemplo, o preço pode subir. É bom lembrar que esse tipo de moradia exige que seja feito o isolamento térmico e acústico.

Também são utilizados placas de dry wall e de MDF. As casas ou apartamentos-contêiners são entregues prontos para morar, pois as instalações elétrica e hidráulica também já foram feitas. A construtora Ka-dur do Brasil acaba de inaugurar um showroom em São Paulo, com mais 2 mil metros quadrados de área, onde abriga quatro modelos de imóveis.

As entregas são feitas em todo o país. “Por conta da falta de legislação, algumas prefeituras exigem projeto de casa metálica ou pré-moldada. E há prefeitura que não pede nada. O Bradesco já estuda a possibilidade de financiar este tipo de imóvel”, explica Ballan.

Você pode gostar