Guia do sofá: Saiba como escolher o modelo ideal para cada tipo de sala

Segundo especialistas, antes de fechar negócio é preciso levar em consideração o tipo de sala onde ficará o móvel

Por O Dia

Rio - Na hora de comprar um sofá, todo cuidado é pouco para não errar. Afinal, é nele que passamos uma parte do tempo quando estamos em casa. Por isso, conforto e funcionalidade são essenciais. E, segundo especialistas, antes de fechar negócio é preciso levar em consideração o tipo de sala onde ficará o sofá, pois cada espaço pede um modelo específico.

O sofá-cama, por exemplo, é conhecido por ser confortável e versátil. “Se o morador recebe muita visita, se gosta de curtir um filme ou uma série com conforto ou até mesmo se o imóvel não compacta muitos móveis no local, o sofá-cama é a melhor saída”, comenta Edson Souza, arquiteto da Etna.

Se o cômodo for grande%2C a dica é adquirir um sofá de três lugares. Assim%2C é possível aproveitar o espaço%2C com uma decoração despojada.Divulgação

O profissional ressalta que, ao optar por esse modelo, é necessário verificar o tipo de espuma do móvel, já que ele tem dupla função. “As pessoas costumam passar muito tempo deitadas no sofá-cama. Por isso, ele precisa ser confortável. Uma das espumas mais indicadas para esse tipo de sofá é a de densidade 28, que é extremamente macia e suporta até 90 kg”, indica.

Os sofás com chaise (assento para reclinar o corpo e estender as pernas) são visivelmente bonitos, mas Edson alerta que, se usados de forma errada, podem se tornar desconfortáveis. Ele completa que esse tipo de móvel é bem adequado em salas de TV, usadas apenas pelos moradores da casa. “Para locais onde a visita costuma se acomodar, o ideal são sofás que comportem as costas de maneira confortável”, conta.

O modelo com chaise requer outro cuidado: a escolha do tecido, que precisa ser compatível ao estilo do morador. Em casa com crianças, que geralmente passam boa parte do tempo assistindo TV, a dica é escolher opções mais duráveis e resistentes. O arquiteto da Etna sugere, por exemplo, o poliéster e o polipropileno, que costumam durar mais tempo. Para locais onde não há muita circulação de pessoas, vale apostar em opções que destacam mais o design da peça e que contribuem para sofisticar o ambiente.

Para quem deseja montar uma sala com design contemporâneo e aconchegante, o arquiteto da Etna sugere os sofás da marca com design Escandinavo. Esse estilo de decoração leva em conta traços minimalistas nos móveis, predominância do branco nas paredes e itens decorativos, cores salpicadas em objetos estratégicos, linhas retas e visual clean.

Para compor o ambiente, os modelos dessa linha oferecem traços elegantes e assentos confortáveis que, de acordo com Edson Souza, costumam deixar a sala com visual diferente e atendem as necessidades de moradores e visitantes. Ele explica que os modelos da Etna têm espumas de densidade 35, que garantem maior conforto, além de ter produção artesanal, conferindo durabilidade e elegância.


QUANTOS LUGARES?
Essa é uma dúvida bem comum de quem vai comprar um sofá. Vale lembrar que o tamanho do item deve estar ligado diretamente com o espaço disponível onde ele ficará.

ESPAÇOS PEQUENOS
Para ambientes pequenos, a sugestão é investir em um móvel de dois lugares e compor a decoração com pufes e poltronas. “O ideal é avaliar o espaço que se tem em casa e o tamanho do sofá, que pode variar de um modelo para outro. Por isso, é necessário conferir as medidas antes de finalizar a compra”, orienta o arquiteto da Etna.

SOFÁ PARA TRÊS
Um sofá de três lugares tem uma média de 215 cm de largura — a média de dois lugares é 160 cm. Se o cômodo for grande, a dica é adquirir um sofá de três lugares. Assim, é possível aproveitar o espaço, com uma decoração despojada.

PARA QUEM TEM PET
A tarefa de manter o sofá sempre limpo para quem tem pet em casa nem sempre é fácil. A boa notícia é que atualmente o mercado oferece muitas opções de modelos e tecidos que ajudam a manter a limpeza, a beleza e a organização da casa. “Para quem tem algum pet em casa, é essencial optar por sofás com tecidos resistentes, laváveis ou até mesmo impermeáveis”, afirma o profissional da Etna. Ele complementa que o ideal é utilizar capas protetoras para evitar que as garras dos animais estraguem o sofá, além de garantir ao móvel um aspecto mais higiênico.


Últimas de _legado_Imóveis