Mais autonomia para as crianças se desenvolverem

Cama Casa pode ser opção para decorar e estimular os pequenos: peças inspiradas no método Montessoriano estão em evidência

Por O Dia

Rio - O método Montessoriano, que prioriza a autoeducação e estimula o desenvolvimento e a independência da criança, está cada vez mais em alta. Ele tem sido inspiração para a montagem de espaços para os pequenos explorarem com segurança, com móveis e objetos na altura dos olhos dos baixinhos. O conceito pode ser visto, por exemplo, no projeto da designer Daniela Andriolli, da loja Tree House Baby & Kids. Nele, um dos elementos é a Cama Casa, da loja Tudo em Madeira (www.tudoemmadeira.com.br).

Modelos foram inspirados no método Montessoriano%2C que prioriza a autoeducação. As peças podem ser encontradas na Etna e na Tudo em MadeiraDivulgação

O móvel está disponível nas cores branca, madeira e cinza escuro, entre outras. Confeccionada em madeira pinus ou pinheiro de alta densidade e resistência, a cama tem estrado de madeira para mais resistência e conforto. O produto é vendido nos tamanhos minicama e solteiro e custa de R$ 490 a R$ 590. Já a Etna oferece a Mini Cama Casinha. São quatro modelos, cujos apoios ficam totalmente no chão. A cama tem estrutura e estrado produzidos em madeira maciça pinus com acabamento escovado, suporta até 50 quilos e pode ser encontrada nas cores amarela, branco, grafite e freijó por R$ 1.299,90 cada.

O arquiteto e diretor da Santos Projetos, Fernando Santos, comenta que a estrutura estilo casinha está na moda. Ele lembra que, ao adotar a linha pedagógica Montessoriana, é preciso levar em consideração alguns fatores. "É importante acompanhar a criança e ver como ela se comporta no espaço, além de fazer constantes adaptações e modificações em prazos curtos. A liberdade de desenvolvimento precisa estar alinhada com a segurança. Por exemplo: quando o bebê ainda não rola nem engatinha, as caminhas devem ser bem próximas ao chão e podem ter grades baixas. Mas, à medida que a mobilidade da criança se desenvolve, as laterais da cama precisam se adequar à nova realidade".

Móvel pode ser encontrado no EtnaDivulgação

De acordo com ele, a cada conquista do desenvolvimento, o leiaute do quarto precisa ser adaptado para oferecer novos desafios e  segurança, evitando preocupações de pais ou responsáveis. "Na dúvida, é importante contar com a ajuda de um profissional para formatar um projeto que atenda às necessidades do momento da criança. O método é muito válido, basta saber aplicá-lo com funcionalidade", diz.


Últimas de _legado_Imóveis