EUA em alerta para Coreia do Norte devido a possível teste nuclear

O país asiático classificou de reacionária e perigosa a viagem de Obama, acrescentando que ela servirá apenas para aumentar a tensão na península coreana

Por O Dia

WASHINGTON- Os Estados Unidos declararam nesta terça-feira que acompanham "muito de perto" as atividades da Coreia do Norte, depois de Seul ter advertido que Pyongyang poderia estar preparando um quarto teste nuclear antes da visita do presidente Barack Obama à Coreia do Sul.

"A Coreia do Norte tem um histórico de tomar medidas provocativas e sempre estamos conscientes da possibilidade de que esta ação seja realizada", declarou o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, no Air Force One, ao mesmo tempo que Obama partia rumo à Ásia para uma viagem de uma semana.

Carney disse que uma ação da Coreia do Norte neste sentido seria uma violação de seus compromissos, mas que isso é algo que "infelizmente eles fizeram muitas vezes".

No entanto, o porta-voz negou-se a comentar a validade de um relatório do ministro da Defesa sul-coreano que aponta para a crescente atividade na principal instalação de testes nucleares da Coreia do Norte.

"Nosso Exército percebe atualmente muita atividade dentro e nos arredores da instalação de testes nucleares de Punggye-ri", anunciou o porta-voz do ministério, Kim Min-Seok, durante um encontro com a imprensa.

"Estaremos observando muito de perto", respondeu Carney.

Obama visitará Seul na sexta-feira no âmbito de um giro pela Ásia que também o levará a Japão, Malásia e Filipinas.

A Coreia do Norte classificou na segunda-feira de reacionária e perigosa a viagem de Obama, acrescentando que ela servirá apenas para aumentar a tensão na península coreana.

Pyongyang efetuou três testes nucleares nos últimos oito anos.

Últimas de _legado_Notícia