Japão anuncia novas reformas para estimular economia

Entre as medidas, estão a redução do imposto de renda das empresas de até 35% para menos de 30% e o estímulo ao trabalho das mulheres

Por O Dia

O primeiro-ministro japonês Shinzo Abe anunciou nesta terça-feira novas medidas para a recuperação econômica, entre elas a redução do impostos para empresas e o estímulo ao trabalho das mulheres.

"O governo decidiu hoje reforçar nossa estratégia de crescimento de maneira decidida", afirmou Abe em coletiva de imprensa transmitida ao vivo pela TV.

Apesar de variar de acordo com a região, o imposto de renda das empresas, um dos mais caros do mundo, atinge uma média de 35% (35,64% em Tóquio) é um peso para as companhias japonesas frente a seus concorrentes no exterior. O governo resolveu reduzir a menos de 30%.

O novo plano faz parte da chamada 'Abenomics', a política econômica que o premiê lançou no início de 2013 baseada no gasto público e flexibilização monetária.

As medidas deram impulso à economia japonesa, mas os analistas acham que não são suficientes e pedem reformas estruturais.

Últimas de _legado_Notícia