Explosões e deterioração da situação humanitária em Donetsk, na Ucrânia

Reduto dos separatistas pró-russos, cidade está sem água corrente há dois dias e sofreu várias explosões nesta terça

Por O Dia

A cidade de Donetsk, reduto dos separatistas pró-russos no leste da Ucrânia, sofreu nesta terça-feira várias explosões e está há dois dias sem água corrente, constatou a AFP.

Na parte leste da cidade foram ouvidas várias explosões que aparentemente procediam do subúrbio de Mospyné e outras no oeste, onde se encontra o aeroporto.

A situação humanitária seguia se deteriorando na cidade, habitada por um milhão de pessoas antes do início dos confrontos, há mais de quatro meses.

Não há água corrente desde que na noite do domingo os combates destruíram uma linha elétrica que alimentava a principal usina de tratamento de água.

Na madrugada desta terça-feira formavam-se filas diante das lojas que vendem água mineral. Além disso, as autoridades organizaram a distribuição de água não potável.

Por outro lado, as autoridades de Lugansk, a outra capital regional e reduto dos separatistas pró-russos, multiplicou os pedidos de ajuda para resolver uma situação crítica. Há mais de duas semanas não há água ou eletricidade na cidade, onde as comunicações e o abastecimento foram cortados.

Nesta terça-feira, o centro de Lugansk era palco de combates entre o exército ucraniano e os separatistas pró-russos, informaram fontes militares.

Últimas de _legado_Notícia