Projeção de demanda de petróleo cai, com economia fraca e menor fornecimento

Segundo a Agência Internacional de Energia a demanda por petróleo crescerá em 900.000 barris diários em 2014, pouco menos que o estimado anteriormente, de 92,6 mbd

Por O Dia

A Agência Internacional de Energia (AIE) reduziu nesta quinta-feira as previsões de demanda de petróleo para este ano e para o próximo devido à debilidade das economias europeia e à queda do fornecimento ao Brasil e ao Japão.

Para 2014, a AIE prevê que a demanda de petróleo crescerá em 900.000 barris diários (bd), a 92,6 bilhões de barris diários (mbd), pouco menos que o estimado anteriormente (92,6 mbd), em seu relatório mensal de setembro.

"A debilidade persistente das economias europeia e chinesa, junto com a queda superior ao previsto do fornecimento de petróleo ao Japão e ao Brasil, explicam a revisão em baixa da previsão de demanda para 2014", afirma o braço energético dos países desenvolvidos.

Para 2015, o consumo de petróleo também cairá de 94 mbd a 93,8 mbd pelas mesmas razões, mas será superior em 1,2 mbd ao deste ano, graças aos países não membros da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Em agosto, a AIE já havia revisado suas previsões em baixa.

"Neste contexto, não é surpreendente que os preços tenham caído", com o preço do Brent abaixo dos 100 dólares, escreve a AIE.

Últimas de _legado_Notícia