Brics cria grupo para elaborar medidas de combate ao ebola

Na quarta-feira, o Ministério da Saúde anunciou a doação de R$ 25 milhões para o combate ao vírus do ebola nos países mais afetados pela doença

Por O Dia

A criação de um grupo de trabalho para desenvolver um plano conjunto de enfrentamento à epidemia de ebola foi acordada hoje (5) pelos ministros da Saúde do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), durante reunião em Brasília.

“Sob hipótese alguma podemos ficar tranquilos com o ebola. Há necessidade de continuar vigilante. Cada país fará a lição de casa, trabalhando no controle de portos e aeroportos, informando a população”, disse o ministro Arthur Chioro após o encontro.

Na quarta-feira (3), o Ministério da Saúde anunciou a doação de R$ 25 milhões para o combate ao vírus do ebola nos países mais afetados pela doença. Desse total, 50% irão para a Organização Mundial da Saúde (OMS). O dinheiro deverá ser usado na atenção às populações infectadas e nas medidas de controle da doença.

Na reunião, os ministros também discutiramações de combate à tuberculose e ao vírus da aids. “São cinco países extremamente populosos, em desenvolvimento, com papel estratégico hoje no mundo, e que se reúnem para discutir várias agendas. Na área da saúde, temos desafios comuns”, disse Chioro.