Documentos de Snowden mostram que Canadá espiona Brasil e outros países

Agência canadense tem interceptado e analisado dados de mais de 15 milhões de downloads de arquivos por dia como parte de um programa de vigilância global

Por O Dia

A agência de espionagem eletrônica canadense tem interceptado e analisado dados de mais de 15 milhões de downloads de arquivos por dia como parte de um programa de vigilância global que inclui o Brasil, de acordo com reportagem publicada nesta quarta-feira.

Além do Brasil, o programa de vigilância, apelidado de Levitation (Levitação), inclui países aliados e parceiros comerciais do Canadá como Estados Unidos, Grã-Bretanha, Alemanha, Espanha e Portugal, disseram a reportagem da CBC News e o jornalista Glenn Greenwald.

A iniciativa de espionagem foi revelada em 2012 em documentos obtidos pelo delator norte-americano Edward Snowden. É a primeira revelação dos documentos de Snowden a mostrar que o Canadá lançou seu próprio programa global de vigilância na Internet.

A CBC disse que o programa de vigilância Communications Security Establishment (CSE) detectou para a agência 350 "eventos de download interessantes" a cada mês.

O CSE é um órgão secreto, que assim como a Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA, na sigla em inglês), monitora comunicação eletrônica e ajuda a proteger cidadãos canadenses ou corporações canadenses.

Entre suas principais iniciativas, o programa de espionagem descobriu um vídeo de um refém alemão e um documento que revelou a estratégia de um braço da Al-Qaeda no norte da África, disse a CBC.

Os documentos de Snowden mostram que a agência analisou de 10 milhões a 15 milhões de uploads por dia de vídeos, músicas e outros arquivos em mais de 102 sites de compartilhamento.

O Canadá faz parte da rede de inteligência formada também por EUA, Grã-Bretanha, Austrália e Nova Zelândia.

Os documentos devem gerar mais perguntas sobre o CSE, que enfrentou no passado acusações de interceptar de maneira imprópria ligações e e-mails de cidadãos canadenses.

Em comunicado, a organização OpenMedia.ca disse que o "CSE está claramente espionando as atividades online privadas de milhões de pessoas inocentes, incluindo canadenses, apesar de o governo ter dito o contrário".

Em novembro de 2013, a CBC citou outros documentos de Snowden mostrando que o Canadá permitiu que a NSA conduzisse vigilância em massa durante a cúpula do G20 em Toronto em 2010.

O CSE não estava imediatamente disponível para comentar.

Últimas de _legado_Notícia