Cuba e EUA assinam histórico acordo para restabelecer voos regulares

Volta das rotas diretas entre os países ocorre após 50 anos

Por O Dia

Estados Unidos - Os governos de Cuba e Estados Unidos assinaram nesta terça-feira em Havana um memorando de entendimento sobre aviação civil que inclui rotas regulares diretas pela primeira vez em mais de 50 anos, que estarão operativas a partir do último trimestre deste ano.

"Hoje é um dia histórico na relação entre Cuba e Estados Unidos. Estamos assinando este memorando de entendimento para que, pela primeira vez em mais de cinco décadas, EUA e Cuba tenham um serviço de transporte aéreo regular", afirmou na capital cubana o secretário de Transporte americano, Anthony R. Foxx.

Além de Foxx, assinaram este acordo o ministro de Transporte de Cuba, Adel Yzquierdo, o secretário adjunto para Assuntos Econômicos e Negócios do Departamento de Estado dos EUA, Charles H. Rivkin; e o presidente do Instituto de Aeronáutica Civil da ilha, Alfredo Cordero.