Por clarissa.sardenberg

Iraque - As autoridades do Iraque tentam localizar uma porção de 10 gramas de material radioativo roubado em novembro de 2015 e que pode ter ido parar nas mãos do grupo extremista Estado Islâmico (EI, ex-Isis). O material estava armazenado em uma caixa de proteção do tamanho de um laptop, em um depósito em Basra, no sul do Iraque, que pertence à companhia norte-americana Weatherford (WFT.N).

Iraque tenta localizar material radioativo que pode ter ido parar nas mãos do Estado Islâmico Reprodução Internet

O material é classificado na categoria 2 pela Agência Internacional de Energia Atômica, o que indica que pode causar danos permanentes, ou até a morte, a quem ficar exposto às substâncias.

As substâncias usam raios gama para testar fissuras em materiais de gasodutos e oleodutos, processo que leva o nome de radiografia. O conteúdo químico, oficialmente denominado Ir-192, pertence à companhia SGS, que tem sede em Istambul.

O Estado Islâmico, que tenta formar um califado, atua principalmente em zonas da Síria e do Iraque e utiliza métodos violentos, como sequestros, decapitações e mutilações, para promover a sharia.

Você pode gostar