Facebook libera cinco opções alternativas ao 'curtir'

A novidade está sendo testada desde outubro; os novos botões são, 'Amei', 'Haha', 'Uau', 'triste', 'Grr'

Por O Dia

Rio - Ávidos por novidades, os bilhões de internautas que revelam suas dores, frustrações, realizações e alegrias no Facebook foram brindados com uma nova atração. Nesta quarta-feira, a rede social lançou o novo recurso ‘Reações’, uma extensão do botão ‘Curtir’, que oferece novas maneiras de compartilhar as expressões, sentimentos e opiniões.

A novidade já foi aprovada por internautas, como a estudante de Design de Produto da PUC-Rio, Clara Alcântara, de 19 anos. “O emoticon enfatiza ou resume uma ação que muitas vezes o internauta não consegue traduzir em palavras. E o recurso anterior, que só permitia curtir era limitado.” Rosana Aparecida, 54, também gostou: “As ‘carinhas’ são uma resposta rápida quando estamos ocupadas.”

Novas 'reações' em forma de emojis são as novas alternativas ao tradicional 'curtir'Reprodução Facebook

Para adicionar uma reação, basta pressionar o botão curtir no dispositivo móvel ou passar o mouse por cima do botão no desktop para ver as opções de imagens. Em seguida, clicar em ‘Curti’, ‘Amei’, ‘Haha’, ‘Uau’, ‘Triste’ ou ‘Grr’, para manifestar seus sentimentos em relação à notícia compartilhada no ‘Feed de Notícias’.

O Facebook não tem porta-voz no Brasil. Em nota, a rede social explicou que, por mais de um ano, realizou um estudo internacional, incluindo grupos focais e pesquisas, para determinar que tipos de reações as pessoas gostariam mais de usar. “Também investigamos como as pessoas comentavam em postagens e usavam as figurinhas e emoticons como sinal para diferentes tipos de reações. Foi assim que determinamos quais opções oferecer”, justifica.

Dos cerca de 7,3 bilhões de seres humanos do planeta, quase a metade, algo em torno de 3,2 bilhões de pessoas, acessam a Internet. Um terço desses navegantes (1,04 bilhão) tem conta na rede social fundada por Mark Zuckerberg, presidente e CEO da empresa desde 2004. Somente no Brasil são 99 milhões de páginas. A grande maioria dos usuários ama o Facebook, cujo faturamento estimado supera os US$ 4 bilhões, por ano. Para quem não curte a rede social, resta a opção ‘Grr’.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência