Bélgica autoriza extradição de Salah Abdeslam à França

Terrorista foi preso quatro meses após os ataques que mataram 130 pessoas em Paris em novembro de 2015

Por O Dia

Abdeslam já aceitou ser transferido para FrançaEFE

Bélgica - A justiça da Bélgica autorizou nesta quinta-feira a entrega à França de Salah Abdeslam, suposto cérebro dos atentados de 13 de novembro em Paris. Ele já aceitou ser transferido ao país, informou a procuradoria federal.

A França tinha solicitado à Bélgica, através de uma ordem de detenção europeia, o envio do terrorista para esclarecer seu papel nos atentados de 13 de novembro em Paris.

Após ser preso em 18 de março, quatro meses após os ataques de 13 de novembro em Paris que mataram 130 pessoas, Abdeslam respondeu a algumas perguntas dos investigadores belgas, mas depois exerceu o direito ao silêncio desde os ataques suicidas de 22 de março em Bruxelas.

Os investigadores acreditam que os ataques em Paris e Bruxelas foram realizados por militantes da mesma rede ligada ao Estado Islâmico.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência