Por clarissa.sardenberg

Cuba - A embarcação "Adonia", da companhia Fathom, filial da empresa Carnival, chegou nesta segunda-feira a Havana e inaugurou a primeira linha de viagens de cruzeiros entre Estados Unidos e Cuba em mais de meio século.

A embarcação, com 704 passageiros a bordo, entre eles uma dúzia de cubano-americanos, já entrou na baía de Havana e realiza neste momento manobras para atracar no terminal de cruzeiros "Serra Maestra", situada no centro histórico de Havana .

Pessoas agitam bandeiras cubanas para receber o navio cruzeiro 'Adonia'%2C em HavanaEFE

A chegada do "Adonia" atraiu o olhar de dezenas de curiosos que se reuniram na avenida Malecón e na zona do antigo Castillo del Morro para presenciar sua entrada na baía de Havana após uma travessia de cerca de oito horas.

Na parte superior da embarcação foi possível ver grupos de passageiros que contemplavam as primeiras vistas da capital cubana nesta viagem inaugural e histórica.

Este cruzeiro com saída desde Miami a cada duas semanas com destino a Cuba inclui um programa de atividades em mar e terra de caráter cultural, educativo e humanitário.

A Carnival, a maior empresa de cruzeiros do mundo, promete aos viajantes desta rota marítima uma "experiência de imersão cultural" durante uma rota de sete dias ao redor da ilha, com uma primeira escala em Havana, e as seguintes paradas em Cienfuegos e Santiago de Cuba.

Você pode gostar