Militares iraquianos libertam 4 cidades do EI e matam 30 jihadistas

As cidades liberadas até o momento são Albu Jamis, Albu Aasi, Albu Manahi e Albu Khaled

Por O Dia

Bagdá - As forças iraquianas conseguiram recuperar nesta quarta-feira o controle de quatro cidades que estavam sob o poder do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na província de Al-Anbar, no oeste do Iraque, após violentos combates nos quais morreram 30 jihadistas.

Uma fonte segura da cidade de Ramadi, capital de Al Anbar, disse à Agência Efe que as forças governamentais lançaram uma operação militar para retomar várias áreas situadas ao sul de Faluja, 50 quilômetros ao oeste da capital Bagdá. As cidades liberadas até o momento são Albu Jamis, Albu Aasi, Albu Manahi e Albu Khaled.

Na ofensiva, as forças iraquianas contaram com o apoio aéreo da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos. Nos combates, também foram destruídos cinco veículos do EI empregados em suas operações. Por outra parte, na província de Saladino, ao norte de Bagdá, um oficial da polícia de emergência, identificado como Jader al Bayati, morreu quando tentava desativar explosivos colocados em uma casa.

Junto com ele morreram dois agentes na região de Ain al Fars, 45 quilômetros ao oeste de Tikrit, capital de Saladino, informou à Efe uma fonte de segurança desta província. O Iraque enfrenta uma cruenta guerra contra o EI, que dominou no verão de 2014 amplas regiões do território e proclamou um califado nas áreas que controla neste país e na vizinha Síria.

O grupo extremista ainda tem uma destacada presença em Al Anbar e foi expulso de amplas áreas de Saladino há cerca de um ano e meio.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência