Por clarissa.sardenberg

Inglaterra - O primeiro-ministro britânico, David Cameron, cometeu uma gafe que está repercutindo mundo afora. Ao conversar com a rainha Elizabeth II e com o arcebispo de Canterbury, Justin Welby, em uma cerimônia que homenageava seus 90 anos, o político esqueceu que estava sendo filmado e chamou de "fantasticamente corruptos" a Nigéria e o Afeganistão. Alguns tabloides destacaram o olhar de reprovação que Elizabeth dirigiu ao premiê no momento do comentário.

Premiê britânico Cameron cometeu gafe na frente da rainha ao chamar Afeganistão e Nigéria de corruptos Reprodução Internet/ iTV

Nesta semana, o presidente nigeriano, Muhammadu Bahari, e o afegão, Ashraf Ghani, são esperados em Londres para uma cúpula, entre outros, e Cameron se referia a isso.

"Líderes de alguns países fantasticamente corruptos virão", disse, em referência ao encontro que acontecerá nesta quinta-feira, em Londres. "Nigéria e Afeganistão, possivelmente os dois países mais corruptos do mundo", reiterou, sendo flagrado pelas imagens da emissora de televisão "ITV."

O gabinete de Cameron se recusou a comentar as alegações do premiê e limitou-se a lembrar que os próprios presidentes dos países mencionados já admitiram esse tipo de problema. 


Você pode gostar