Polícia declara morto menino atacado por jacaré após horas de buscas

Criança foi atacada enquanto brincava à margens de praia em resort da Disney, apesar de haver sinalização no local

Por O Dia

Estados Unidos - A polícia de Orange declarou o menino de 2 anos arrastado por um jacaré em um resort da Disney na Flórida morto na tarde desta quarta-feira após 15 horas de buscas sem sucesso. De acordo com o xerife Jerry Demings, equipes tentam agora recuperar o corpo do menino. "A triste realidade é que já se passaram diversas horas e não vamos recuperar um corpo com vida", afirmou o xerife. O ataque ocorreu na noite desta terça-feira quando o menino brincava à margens da praia do Grand Floridian resort, segundo autoridades.

Leia: Criança de 2 anos é arrastada por jacaré em parque da Disney

Veja: Polícia está abatendo jacarés para encontrar corpo de menino

Buscas por menino arrastado por jacaré em parque na Florida duraram 15 horasEFE

De acordo com a emissora "CNN", a família do menino assistia a um filme ao ar livre no resort e quando notou o incidente já estava acontecendo. Desesperado, o pai da criança correu e pulou dentro d'água para tentar salvar o filho, mas não conseguiu. "O pai sofreu arranhões pequenos nas mãos tentando salvar o filho", afirmou o xerife em coletiva de impressa. 

A lagoa para onde a criança foi arrastada, a Seven Seas Lagoon, é ligada a uma série de canais que comportam um grande volume de água, segundo especialistas da Conservação de Vida Selvagem da Flórida.

As buscas pelo menino foram iniciadas imediatamente, com barcos da Disney prestando suporte. Em medidas de precaução, o parque fechou todas as praias do resort nesta quarta-feira, por volta das 12h.

Um dos hóspedes do resort, Declan Salcido, afirmou que as placas de sinalização inidicando a proibição de nadar podiam ser vistas de qualquer ponto do local. "Alagoa não é para recreação", afirmou ele.

Apesar da família ter dito que não havia sinalização no local, a polícia constatou que há. "Aqui é a Flórida e não é incomum jacarés aparecerem em lagoas", afirmou o xerife. De acordo com o xerife, a família é do estado de Nebraska e chegou neste domingo para férias na Disney.

“Todos aqui do Walt Disney Resort estão devastados por esse trágico acidente”, se manifestou o vice-presidente do parque, Jacquee Wahler, em entrevista à CNN.

A comunidade de Orlando já estava de luto por conta do assassinatop da cantora Christina Grimmie e do ataque terrorista em uma boate gay local no último domingo e ficou mais uma vez chocada.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência