Pesquisa indica empate técnico entre Hillary Clinton e Donald Trump

Segundo o estudo, 40,6% dos americanos acredita que o ódio e o preconceito aumentaram devido a campanha do milionário

Por O Dia

Washington - A batalha presidencial está muito concorrida, mas algo está claro: os americanos estão pouco entusiasmados com os candidatos Hillary Clinton e Donald Trump - revela uma pesquisa publicada nesta quarta-feira.

Na última pesquisa nacional da Universidade de Quinnipiac (QU), Hillary aparece tecnicamente empatada com Trump, com 42% contra 40%, reduzindo a margem de 4 pontos obtida pela democrata na enquete de 1º de junho dessa mesma instituição.

Hillary e Trump%2C disputam a indicação dos partidos Democrata e Republicano para as eleições à presidência dos Estados UnidosANSA

Esse resultado também é consideravelmente mais estreito do que os 12 pontos de vantagem de Hillary na pesquisa da ABC News/The Washington Post publicada no domingo, o que mostra que a candidata democrata parece ter aproveitado os recentes erros de Trump.

Ainda segundo a pesquisa, 61% dos entrevistados acreditam em que a eleição de 8 de novembro "tem aumentado o nível de ódio e o preconceito nos Estados Unidos". Dois terços desse grupo responsabilizam a campanha de Trump, enquanto somente 16% atribuem esse clima à equipe de Hillary.

"Os eleitores se encontram em meio a uma campanha agressiva, de terra arrasada, entre dois candidatos que não são de seu agrado e acreditam em que nenhum dos dois será um bom presidente", explicou o diretor-assistente de Pesquisas de Quinnipiac, Tim Malloy, em um comunicado. Além disso, 58% responderam que a ex-secretária de Estado está mais bem preparada para ser presidente do que Trump. Somente 33% discordam dessa afirmação.

Já Trump estaria mais apto a criar empregos (52% contra 40%) e a enfrentar o grupo extremista Estado Islâmico (52% contra 39%). A enquete da Quinnipiac foi realizada com base nas respostas de 1.610 eleitores registrados, e sua margem de erro é de 2,4 pontos percentuais.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência