Ex-soldado americano é acusado de estupro e assassinato no Japão

Caso comoveu o país e provocou inúmeros protestos. Barack Obama pediu desculpas durante visita e expressou 'pêsames'

Por O Dia

Japão - Um ex-soldado da base militar americana em Okinawa foi acusado nesta quinta-feira pela justiça japonesa de estupro e assassinato de uma mulher nesta região do extremo sul do Japão. Segundo a imprensa local, Kenneth Franklin Shinzato, de 32 anos, ex-soldado que trabalhava na base aérea de Kadena, foi indiciado pela morte de Rina Shimabukuro.

Estupro e assassinato de jovem no Japão por ex-soldado norte-americano provocou comoção no país Reprodução Facebook/ Divulgação Okinawa Police

Shinzato foi acusado no início do mês por ter abandonado, em abril, o corpo da mulher à beira de uma estrada.

O caso provocou comoção no Japão e foi mencionado pelo primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, durante um encontro com o presidente dos EUA, Barack Obama, no Japão, na véspera da cúpula de G7, em maio. Na ocasião, Obama expressou seus profundos pêsames.

Outro soldado americano de 24 anos foi detido, também no início do ano, em Okinawa, suspeito de estupro.

Okinawa acolhe cerca da metade dos aproximadamente 47 mil soldados americanos posicionados no país.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência