Chef é suspeito de ataque em Dacca

“Saiful foi visto com o grupo de insurgentes”, declarou o chefe do departamento antiterrorista da polícia, Monirul Islam

Por O Dia

Dacca - A polícia de Bangladesh suspeita que o chef Saiful Islam Chowkider, que morreu no ataque ao restaurante onde trabalhava em Dacca, tenha colaborado com os autores da barbárie, na qual 28 pessoas morreram, sexta-feira. “Saiful foi visto com o grupo de insurgentes”, declarou o chefe do departamento antiterrorista da polícia, Monirul Islam.

As autoridades calcularam seis agressores mortos no ataque e na terça-feira o ministro de Interior, Asaduzzaman Khan, confirmou que cinco eram integrantes de grupos terroristas locais. Nove reféns italianos, sete japoneses, dois de Bangladesh, um americano e uma indiana morreram durante a ação, na qual também perderam a vida dois policiais.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência