Exército sírio decreta cessar-fogo de 72 horas em todo o país

Apesar do anúncio desta trégua, os bairros orientais de Aleppo, sofreram novos bombardeios pela manhã

Por O Dia

Damasco - O exército sírio decretou nesta quarta-feira um cessar-fogo de 72 horas em todo o território do país, um anúncio que coincide com o Eid al-Fitr, que marca o fim do mês do Ramadã, comemorado pelos EUA, que querem trabalhar com a Rússia por uma trégua permanente.

Apesar do anúncio desta trégua temporária, os bairros orientais de Aleppo, segunda cidade síria, sofreram novos bombardeios de artilharia pela manhã, informaram um correspondente da AFP e a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

"Um 'regime de silêncio' é aplicado a todo o território da República Árabe da Síria, por um período de 72 horas desde as 1h00 de 6 de julho (19h00 de terça-feira no horário de Brasília) até às 0h00" da madrugada do dia 8 para o dia 9 de julho, segundo o comunicado do exército divulgado pela imprensa oficial.

O secretário de Estado americano, John Kerry, elogiou o cessar-fogo, afirmando que trabalha com a Rússia para transformá-lo em uma trégua durável. "Saudamos a declaração do exército sírio sobre a instauração de um cessar-fogo para celebrar o Eid. Esperamos que ele seja respeitado por todas as partes", declarou Kerry à imprensa.

O texto não especifica se o cessar-fogo exclui ou não os extremistas do grupo Estado Islâmico (EI) e da Frente Al-Nusra, a facção síria da Al-Qaeda.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência