Bombardeios rebeldes matam 25 e ferem 120 civis na Síria

Esses episódios de violência acontecem algumas horas antes do fim da trégua de 72 horas decretada por Damasco

Por O Dia

Beirute  - Pelo menos 25 civis morreram, e 120 ficaram feridos, nesta sexta-feira, em bombardeios rebeldes sobre bairros de Aleppo sob controle do governo - informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

"Ao menos 25 civis, incluindo quatro crianças, morreram, e 120 ficaram feridos por tiros de foguetes dos rebeldes sobre bairros do oeste (de Aleppo) controlados pelo regime", disse à redação o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahmane.

Esses episódios de violência acontecem algumas horas antes do fim, à meia-noite de hoje (18h, horário de Brasília), da trégua de 72 horas decretada por Damasco por ocasião da Festa Muçulmana do Eid al-Fitr. A agência oficial de notícias Sana fala em 20 mortos e 140 feridos "em tiros de foguetes de grupos terroristas que violaram a trégua".

A cidade se divide hoje entre setores pró-regime (oeste) e setores rebeldes (leste). Segundo um correspondente no local, os bairros nas mãos dos rebeldes também foram bombardeados hoje pelas forças do governo. "Três civis foram mortos por um bombardeio aéreo" sobre um bairro tomado pelos rebeldes, de acordo com o OSDH.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência