Por rafael.nascimento

Katmandu - Pelo menos sete pessoas, entre elas um bebê, morreram nesta segunda-feira na queda de um helicóptero particular perto de Katmandu, a capital do Nepal.

O veículo decolou do distrito de Gorkha, às 12h10 (horário local, 3h25 em Brasília) e após 22
minutos deixou de fazer contato. O helicóptero da empresa Fishtail Air levava a bordo o piloto e seis passageiros.

Resgate das vítimas Reprodução/Twitter

De acordo com a polícia local, entre os passageiros, que morreram, estavam uma grávida e seu bebê de apenas cinco dias, que viajavam com familiares da cidade de Philim a Katmandu para irem a um hospital. A Autoridade de Aviação Civil do Nepal manifestou em comunicado que "o capital Ranjan Limbu pilotava o helicóptero que levava uma paciente em estado crítico e sua família a Katmandu".

Uma equipe da empresa Simrik Airlines, dona do helicóptero, foi enviada ao local do acidente, na região de Betani, distrito de Nuwakot, a cerca de 70 quilômetros de Katmandu, para retirar os corpos dos ocupantes. Os acidentes com helicópteros e aviões de pequeno porte são frequentes no país.

Você pode gostar