Por thiago.antunes

Estados Unidos - O candidato à presidência dos Estados Unidos pelo partido Republicano, Donald Trump, anunciou nesta segunda-feira sua política econômica. Em discurso no Clube Econômico de Detroit (Michigan), Trump divulgou um plano que inclui “rebaixamentos de impostos para a classe média”, “cortes maciços” das regulações federais e insistiu em sua intenção de renegociar os acordos comerciais internacionais assinados pelos Estados Unidos.

O republicano criticou especialmente as políticas econômicas de Hillary como uma continuação das do presidente Barack Obama que “inclinam o campo de jogo a favor de outros países às nossas custas” e lamentou que “tenhamos começado a reconstruir outros países antes do nosso”, ao citar Detroit, centro da indústria automobilística americana, como exemplo. “Tenho um objetivo fundamental, quero que os trabalhos e a riqueza fiquem nos EUA”, afirmou o magnata nova-iorquino.

Trump ressaltou que, se chegar à presidência, tirará os EUA imediatamente do Tratado Transpacífico (TPP), pactuado com outras nações da Bacia do Pacífico, e renegociará o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (NAFTA), selado com o México e Canadá há duas décadas.

Você pode gostar