Papa diz que substituir Deus pela riqueza é como fazer gol contra

Não é a primeira vez que pontífice, que é amante do futebol, faz alusões ao esporte em suas manifestações em relação à fé

Por O Dia

Cidade do Vaticano - O papa Francisco disse nesta quinta-feira que substituir Deus pela riqueza no coração do ser humano equivale a um gol contra, como perder a dignidade, em discurso perante membros da Associação Bíblica Italiana. Não é a primeira vez que Francisco, que é amante do futebol, utiliza alusões a esse esporte em suas manifestações em relação à fé.

Papa Francisco acenando para fiéis na Praça São Pedro%2C no VaicanoEFE

"Por dizer em termos futebolísticos, o homem tem a capacidade de fazer um gol contra. Isso ocorre quando negociamos a dignidade, quando abraçamos a idolatria, quando damos lugar em nosso coração à experiência dos ídolos", disse o pontífice.

Francisco lembrou a passagem bíblica do êxodo do Egito, quando o povo estava cansado de esperar que Moisés descesse do monte, foi tentado pelo demônio "e se construiu um ídolo. E o ídolo era de ouro".

"Isto faz pensar na força atrativa das riquezas, no fato de que o homem perde a própria dignidade quando em seu coração as riquezas ocupam o posto de Deus", acrescentou o papa.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência