Apple negocia compra da McLaren, diz jornal britânico

Compra ampliaria o mercado de negócios da empresa e facilitaria o processo de produção do seu carro autônomo

Por O Dia

Nova York - A Apple estaria negociando a compra de parte das ações do McLaren Technology Group, que inclui a escuderia de Fórmula 1 e a fabricante de carros de luxo, informou o jornal britânico "Financial Times" nesta quarta-feira.

Segundo fontes ouvidas pelo periódico, as negociações começaram há alguns meses e ainda não estaria definido qual o formato da venda. Mas, a ideia seria usar todo o conhecimento técnico da McLaren para ajudar a empresa norte-americana a acelerar o processo de construção de seu veículo autônomo.

Após a matéria, um porta-voz do grupo britânico afirmou que "não há discussão com a Apple a respeito de qualquer investimento em potencial", mas destacou que "a natureza de nossa marca significa que temos conversas confidenciais com uma vasta gama de empresas".

Atualmente, a McLaren está avaliada em cerca de US$ 2 bilhões e, caso a negociação seja concretizada, seria a maior compra da história da Apple. O maior investimento já feito pela empresa da maçã foi a aquisição da Beats Electronics, criada pelo músico Dr. Dre e voltada para equipamentos de áudio.

A Apple, que tem mais da metade da sua renda vinda exclusivamente da venda de seus iPhones, está sendo pressionada por seus acionistas para diversificar mais seu portfólio. Recentemente, rumores sobre a compra de outra marca do ramo de automóveis, a Tesla, circularam na imprensa especializada, mas sempre foi negada por ambas as partes.

No entanto, assim que a reportagem começou a circular, as ações da marca de Cupertino tiveram uma reação positiva dos investidores, que afirmaram que essa compra seria "o que a Apple precisa" no momento e que a empresa precisa ser mais "audaciosa".

Últimas de _legado_Mundo e Ciência