Ataque do Estado Islâmico fracassa e mais de 40 terroristas acabam mortos

Grupo luta por controle de área rica em petróleo próxima da capital do Iraque, mas não resistiu ao Exército local e coalizão internacional

Por O Dia

Iraque - Mais de 40 membros do grupo Estado Islâmico (EI) morreram nesta quinta-feira em uma ampla ofensiva fracassada contra o Exército iraquiano na estratégica zona de Al Qayara, na província setentrional de Ninawa.

O Comando das Operações para a libertação de Ninawa informou, em comunicado, que o EI tentou atacar as tropas da Brigada 71 da V Divisão do Exército desde o sul e o oeste de Al Qayara.

Entre os extremistas mortos estão nove suicidas, que atacaram as tropas com carros-bomba e cinturões explosivos.

Ofensiva do Estado Islâmico para tomar território do Exército iraquiano fracassou EFE

O ataque foi repelido após combates que se prolongaram por mais de quatro horas e durante os quais as posições dos extremistas foram bombardeadas por aviões da coalizão internacional.

O Comando considerou que o EI se sente "frustrado e derrotado" pela ofensiva militar que começou na terça-feira para libertar a zona de Al Shirqat, localizada na província de Saladino e limítrofe com Ninawa.

"O EI tenta desesperadamente abrir outras frentes de batalha para distrair as tropas iraquianas, mas todas estas tentativas fracassaram ", concluiu a nota.

Al Qayara, arrebatada dos jihadistas em 25 de agosto, é uma comarca estratégica por ser rica em petróleo e por estar localizada cerca de 50 quilômetros ao sul da cidade de Mossul, a "capital" do EI no Iraque.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência