Criança pede ajuda a Obama para resgatar menino sírio vítima de bombardeio

Imagem do pequeno Omran, de 5 anos, em choque, dentro de ambulância, coberto de sangue e poeira, comoveu o mundo no último mês

Por O Dia

Estados Unidos - Uma criança de 6 anos de idade escreveu uma carta ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para pedir ajuda em nome do menino sírio Omran Daqneesh, de 5 anos, cuja foto dentro de uma ambulância após um bombardeio comoveu o mundo no mês passado.

"Caro presidente Obama, você se lembra do menino dentro da ambulância na Síria? Por favor, você pode buscá-lo e levá-lo à minha casa? Estaremos esperando-no com balões e flores. Podemos brincar todos juntos, daremos uma família a ele, que será nosso irmão", disse o garoto, Alex, em um vídeo no qual lê sua carta ao líder norte-americano.

Omran Daqneesh%2C de 5 anos, em uma ambulância em Aleppo, na SíriaReprodução/Youtube

"Nós poderemos convidá-lo para festas e ele nos ensinará um outro idioma. Nós também poderemos ensinar inglês a ele, assim como ocorreu com meu amigo Aoto, do Japão", escreveu a criança.

"Na minha escola, tenho um amigo da Síria, Omar, e vou apresentá-lo a ele". Em poucas horas, a carta já se tornou viral na Internet, com 60 mil likes no Facebook. O vídeo foi postado e compartilhado pela Casa Branca, que informou que Alex vive em Scarsdale, em Nova York, e que as palavras do garoto foram usadas por Obama na Assembleia das Nações Unidas.

Há um mês, Omran Daqneesh, de 5 anos de idade, foi resgatado dos escombros de sua casa na Síria após um bombardeio em Aleppo. A imagem da criança, em estado de choque dentro da ambulância, foi compartilhada por pessoas em todo o mundo que pediam o fim da guerra civil no país. O irmão de Omran, Ali, de 10 anos, morreu.