Por caio.belandi

Colômbia - Além de por fim ao conflito que dura 52 anos na Colômbia, a assinatura do acordo de paz entre o governo de Bogotá e as Forças Revolucionárias Armadas da Colômbia (Farc) nesta segunda-feira será realizada com um "balígrafo".

"Nós criamos o que chamamos de 'balígrafo', que é uma bala [de armas] convertida em uma caneta para dizer que essa é a transição das balas para a educação, ao futuro. E quero dar um 'balígrafo' de presente para cada um e com esse 'balígrafo' vamos firmar o acordo de paz", explicou o presidente do país, Juan Manuel Santos, em entrevista divulgada por seu Gabinete.

Presidente da Colômbia%2C Juan Manuel Santos%2C começou há 13 meses negociação de paz com as FarcReuters

As "canetas" foram fabricadas com cartuchos de projéteis .50, usadas em metralhadoras e fuzis, submetidas a processo de limpeza e convertidas em peças que levam a frase "As balas escreveram nosso passado. A educação, nosso futuro".

Santos chegou a usar uma dessas canetas em junho do ano passado, durante a assinatura do documento que pôs fim aos atos militares entre Bogotá e Farc. Além dessas peças, outros itens foram convertidos em objetos de decoração para o local da assinatura do acordo. Guitarras com restos de armas criadas pelo músico Cesar Lopes também serão utilizadas nesta segunda.

Você pode gostar