Polícia prende hacker de fotos de Pippa

Irmã de Kate Middleton teve cerca de três mil fotografias de celular roubadas

Por O Dia

Rio - A Scotland Yard, a Polícia Metropolitana e Judicial de Londres, prendeu um homem de 35 anos suspeito de envolvimento no roubo de fotografias privadas de Pippa Middleton, irmã de Kate e cunhada do príncipe William.

O homem pretendia vender as fotos de Pippa Middleton por R%24 210 milReprodução

Segundo os tabloides ‘The Sun’ e ‘Daily Mail’, um vendedor anônimo, através de mensagens codificadas de WhatsApp, tentou vender a alguns meios de comunicação britânicos fotografias do príncipe, da sua mulher, Kate Middleton, e dos filhos de ambos, George e Charlotte, entre outras. Os hackers teriam roubado da conta iCloud de Pippa Middleton cerca de três mil fotografias pessoais, entre as quais imagens de vestidos de noiva e festas privadas.

O homem pretendia vender as fotos para a imprensa do Reino Unido e dos Estados Unidos por 50 mil libras (cerca de R$ 210 mil).

O príncipe William e Kate estão em visita oficial ao Canadá. É a primeira vez que o casal levou os filhos, George, de 3 anos, e Charlotte, de 1, ao país. Ontem, em Vancouver, William e Kate fizeram uma visita a um centro de acolhida de refugiados e crianças com atraso mental. Eles estavam acompanhados do premier do Canadá, Justin Trudeau.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência