Acidente de trem em Nova Jersey mata brasileira e deixa mais de 100 feridos

Segundo mídia, diversas pessoas foram hospitalizadas em estado grave

Por O Dia

Estados Unidos - A advogada brasileira Fabíola Bittar de Kroon, de 34 anos, morreu em descarrilamento de trem no Estado de Nova Jersey. Dos quase 100 feridos, dez se encontram em estado muito grave. O acidente aconteceu por volta das 8h45 locais (9h45 de Brasília), em uma composição que não parou quando chegou à Estação de Hoboken e acabou se chocando contra a gare, derrubando pelo menos um dos pilares que sustentavam o teto que cobria as plataformas. A brasileira teria sido atropelada por um vagão.

Acidente de trem em Hoboken%2C em Nova Jersey%2C nos Estados Unidos%2C deixou mais de 100 pessoas feridas EFE

Fabíola, natural de Santos, foi identificada no começo da tarde no horário de Brasília. O marido dela, que é holandês, estava fora da cidade, e a filha do casal se encontrava em uma creche. De acordo com Sueli Bittar, mãe da vítima, a filha estava nos EUA há um ano. “A minha filha estava lá procurando uma nova casa para morar com o marido e com a filha. O que posso dizer é que agora fica um vazio. Ainda é tudo um choque para a nossa família. O meu marido nem consegue falar”, disse, em entrevista ao G1.

O governador Chris Christie garantiu que “não há indícios de que tenha sido um ato de terror”. Segundo a versão das autoridades, corroborada pelo relato de dezenas de passageiros e testemunhas, o trem trafegava em alta velocidade quando entrou na estação, e os investigadores querem averiguar os motivos que fizeram com que a composição não conseguisse parar.

O acidente, ocorrido em pleno horário de rush, quando milhares de pessoas se locomoviam rumo à cidade de Nova York para trabalhar, provocou o colapso parcial da estação, e os engenheiros estão avaliando os danos.

“A Estação de Hoboken vai continuar fechada para que possamos comprovar que não há danos estruturais no edifício para garantir a segurança dos passageiros”, acrescentou Christie, que também informou que vem mantendo contato constante com o governador de Nova York, Andrew Cuomo.

A Estação de Hoboken fica do outro lado da margem do Rio Hudson, que banha Nova York, e recebe diariamente 50 mil pessoas. 


Últimas de _legado_Mundo e Ciência