Doadores de Trump pedem dinheiro de volta após denúncias

Machismo fez apoiadores voltarem atrás

Por O Dia

Estados Unidos - Dois doadores que contribuíram com grandes quantias para a campanha do candidato republicano à presidência dos EUA, Donald Trump, pediram o dinheiro de volta após os comentários ofensivos do magnata em relação às mulheres revelados na semana passada.

“Não posso apoiar um homem machista. Espero que me devolvam as doações”, afirmou um dos doadores, segundo o canal de televisão “NBC”.

Segundo a emissora, doadores já contribuíram com dezenas de milhares de dólares à campanha de Trump. Um deles arrecadou cerca de US$ 1 milhão para o magnata e informou que não tem a intenção de continuar buscando doações para o candidato republicano.

Trump arrecadou US$ 41 milhões só em agosto, mas os comitês de ação política, organizações independentes que fazem campanha pelo candidato, reiteraram que têm muitas dificuldades para arrecadar doações.

A candidata Hillary Clinton arrecadou em agosto US$ 143 milhões, com o apoio de comitês de ação política progressistas.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência