Paris sedia encontro para evitar drama civil em Mossul

Local é palco de ofensiva militar para arrebatar o seu controle do Estado Islâmico

Por O Dia

Brasília - O governo da França sediará reunião internacional nesta quinta-feira em Paris para abordar o futuro da cidade iraquiana de Mossul, palco de ofensiva militar para arrebatar o seu controle do Estado Islâmico. O ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Marc Ayrault, presidirá junto a seu colega iraquiano, Ibrahim al-Jaafari, encontro com mais de 20 países.

Soldados da coalizão observam carro carbonizado dos jihadistasEfe

A reunião terá três grandes prioridades, sendo a primeira delas a proteção da população civil. Em segundo lugar será abordado o fornecimento de assistência humanitária à província; e por último será tratada a elaboração de um plano de estabilização para Mossul e sua região pelas autoridades iraquianas.

“A boa governança da cidade permitirá responder às aspirações da população dentro do respeito à soberania do Iraque”, ressaltou Aurault. O governo iraquiano, apoiado pelas forças do Ocidente, começou a batalha para libertar Mossul, a segunda maior cidade do país e onde se estima que vivem dois milhões de pessoas, que está nas mãos do EI há dois anos.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência