Acusado de assassinar família é hostilizado por brasileiros na Espanha

Patrick Nogueira Gouveia é acusado de ter matado os próprios tios e os filhos do casal, que tinham 1 e 4 anos, na casa em que viviam

Por lucas.cardoso

Toledo - O jovem acusado de assassinar uma família brasileira que vivia na Espanha, François Patrick Nogueira Gouveia, chegou na tarde desta quinta-feira à região de Guadalajara, a 60 quilômetros de Madri, e onde o crime aconteceu, e amanhã ficará à disposição da justiça.

Gouveia, de 19 anos e natural do Pará, chegou ao Comando de Guadalajara da Guarda Civil espanhola em um comboio integrado por dois carros. No trajeto entre a garagem e o edifício da corporação, de 50 metros, ele foi hostilizado por um grupo de brasileiros, que o chamaram de "assassino" e "vergonha para o Brasil", e que o aguardavam nas imediações do edifício junto com vários jornalistas.

Brasileiros Marcos Nogueira e Janaína Américo foram assassinados e esquartejados%2C junto com os dois filhos%2C pelo sobrinho%2C na EspanhaReprodução Facebook

Amanhã, por volta das 16h (horário local, 12h de Brasília), está previsto que ele seja levado até o tribunal responsável pelo caso. Gouveia é acusado de ter matado os próprios tios e os filhos do casal, que tinham 1 e 4 anos, na casa em que viviam, na pequena cidade de Pioz. Os corpos foram encontrados pela polícia esquartejados e dentro de sacos plásticos após uma denúncia de um vizinho de que havia mau cheiro vindo da residência.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia