Por lucas.cardoso

Toledo - O jovem acusado de assassinar uma família brasileira que vivia na Espanha, François Patrick Nogueira Gouveia, chegou na tarde desta quinta-feira à região de Guadalajara, a 60 quilômetros de Madri, e onde o crime aconteceu, e amanhã ficará à disposição da justiça.

Gouveia, de 19 anos e natural do Pará, chegou ao Comando de Guadalajara da Guarda Civil espanhola em um comboio integrado por dois carros. No trajeto entre a garagem e o edifício da corporação, de 50 metros, ele foi hostilizado por um grupo de brasileiros, que o chamaram de "assassino" e "vergonha para o Brasil", e que o aguardavam nas imediações do edifício junto com vários jornalistas.

Brasileiros Marcos Nogueira e Janaína Américo foram assassinados e esquartejados%2C junto com os dois filhos%2C pelo sobrinho%2C na EspanhaReprodução Facebook

Amanhã, por volta das 16h (horário local, 12h de Brasília), está previsto que ele seja levado até o tribunal responsável pelo caso. Gouveia é acusado de ter matado os próprios tios e os filhos do casal, que tinham 1 e 4 anos, na casa em que viviam, na pequena cidade de Pioz. Os corpos foram encontrados pela polícia esquartejados e dentro de sacos plásticos após uma denúncia de um vizinho de que havia mau cheiro vindo da residência.

Você pode gostar