Exército afegão resgata 19 civis de prisão do Estado Islâmico

O grupo foi capturado pelos terroristas há dez dias durante uma ofensiva dos jihadista

Por O Dia

Cabul - Militares afegãos resgataram 19 civis de uma prisão do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na província de Nangarhar, no leste do Afeganistão, considerada o reduto da formação insurgente no país, informou o porta-voz da Polícia de Nangarhar, Hazrat Hussain Mashriqiwal, nesta segunda-feira.

Segundo ele, a libertação dos vítimas, incluindo várias crianças, aconteceu ontem no distrito de Pachir-Agam e todos os reféns estão em bom estado de saúde. O grupo foi capturado pelos terroristas há dez dias durante uma ofensiva dos jihadista contra vários postos de controle da Polícia e zonas residenciais em Pachi-Agam.

Os ataques do EI contra as populações, que causaram um número indeterminado de mortes e a destruição de várias casas, aumentaram depois que em várias pessoas comuns se armaram contra os insurgentes.

De acordo com o porta-voz do governador provincial, Attaullah Khogyani, as forças de segurança afegãs responderam à ofensiva no distrito com várias operações, o que permitiu a recuperação de várias áreas que tinham caído nas mãos dos jihadistas. As ações contra o EI em Nangarhar se intensificaram depois que os insurgentes realizaram, no final de junho, um grande atentado em Cabul onde 80 pessoas que participavam de uma manifestação da minoria xiita hazara morreram.

Os insurgentes também reivindicaram o ataque contra um templo xiita na capital afegã no início de outubro. A ação matou 18 pessoas e na semana passada autoridades da província de Ghor, no oeste, acusaram o EI de executar 30 civis.

O Estado Islâmico tem presença no Afeganistão pelo menos desde o ano passado e, embora em março as autoridades tenham anunciado a derrota do grupo, não cessaram os combates entre forças afegãs e desta organização nem os ataques deste grupo em várias partes do país.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência