Atentado talibã mata soldados no Afeganistão

Homem-bomba invadiu base americana, deixando quatro mortos

Por O Dia

Afeganistão - Quatro americanos morreram neste sábado em um atentado a bomba reivindicado pelos talibãs na maior base militar dos Estados Unidos no Afeganistão, perto de Cabul. A explosão, provocada por um homem-bomba, deixou outros 17 soldados feridos. Um deles era polonês. Eles participavam da missão da Otan no país. Em comunicado, Ashton Carter, secretário de Defesa americano, lamentou a tragédia e garantiu que o caso será investigado. “As forças de proteção são prioridade no Afeganistão. Investigaremos essa tragédia para determinar que medidas podemos tomar”, disse.

Explosão provocada por homem-bomba deixou outros 17 soldados feridos. Rebeldes intensificam ataquesJawadi Jalali / Efe

A explosão colocou em evidência a fragilidade da segurança na base, num momento em que as forças afegãs têm dificuldade para conter as ações dos insurgentes islamitas. A base conta com 12 mil homens, que têm a missão de auxiliar os soldados afegãos na luta contra os talibãs e contra o grupo Estado Islâmico (EI).

O episódio ocorreu no momento em que os rebeldes intensificam suas ações no país. Na véspera, pelo menos seis pessoas morreram em outro ataque talibã com um caminhão-bomba contra o consulado alemão em Mazar-i-Sharif, no norte do país. No ataque 128 pessoas ficaram feridas, entre elas 10 crianças. O atentado foi uma resposta à morte de civis em um bombardeio da Otan, na semana passada.