Eleitoras de Trump xingam Michelle Obama de 'macaca'

Diretora de ONG elogia Melania e ofende a primeira-dama. Acabou afastada

Por O Dia

Estados Unidos - A vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais dos Estados Unidos disparou manifestações preocupantes de apoiadores e críticos no novo presidente. A última delas envolve a atual primeira-dama, Michelle Obama. Alvo de comentário racista publicado pela responsável por uma organização sem fins lucrativos e apoiado por uma prefeita da Virgínia Ocidental, Michelle Obama foi chamada de “macaca de salto alto”.

De acordo com o jornal ‘The Washington Post’, Pamela Ramsey Taylor, diretora da organização não lucrativa Clay County Development Corp, localizada na cidade de Clay, publicou em sua página no Facebook: “Será refrescante ter uma primeira-dama bonita, digna e cheia de classe de volta à Casa Branca. Estou farta de ver uma macaca de salto alto”.

Melania Trump foi recebida por Michelle Obama na Casa BrancaChuck Kennedy/The White House

O comentário faz referência à esposa de Trump, Melania Trump, que assumirá o cargo de primeira-dama — hoje ocupado por Michelle — quando o magnata tomar posse, dia 20 de janeiro.

Apesar do tom do comentário, a prefeita de Clay, Beverly Whaling, registrou o seu apoio a Pamela, dizendo “Just made my day Pam” (em português, “Você me fez ganhar o dia, Pam”).

Amplamente criticado pelos internautas, o comentário foi apagado, e mais tarde o perfil de Pamela sumiu. A página da prefeita de Clay também não está disponível para os internautas que frequentam a rede social. No fim do dia, surgiram comunidades com o nome das duas, alvo de apoiadores e detratores. Muitos reagiram à ofensa postando as fotos vazadas semanas antes da eleição que mostram Melania, mais jovem, seminua ao lado de outra mulher.

Como reação ao caso, uma petição online foi criada para pedir o afastamento das duas em seus respectivos cargos. A petição já conta com mais de 87 mil apoiadores. A Prefeitura de Clay não se pronunciou sobre o caso. Em compensação, a diretora da organização não lucrativa já foi substituída.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência