Estilista de Michelle Obama critica mulher de Trump: 'Não vou vesti-la'

Francesa Sophie Theallet diz que celebra a diversidade, a liberdade e não vai se associar à Melania, próxima primeira-dama dos EUA

Por O Dia

Sophie Theallet é a estilista de Michelle ObamaDivulgação

Nova York - A estilista francesa Sophie Theallet, responsável pelo figurino da primeira-dama Michelle Obama, afirmou que não vai trabalhar com Melania Trump, esposa do presidente dos Estados Unidos eleito, o magnata Donald Trump.

Em comunicado no Twitter, Theallet "encoraja" estilistas amigos a fazer o mesmo. "Como uma pessoa que celebra a diversidade, a liberdade e tem respeito por todos os estilos de vida, eu não vou vestir ou me associar à próxima primeira-dama. A retórica de racismo, sexismo e xenofobia desencadeada pela campanha do marido dela são incompatíveis com os valores que compartilhamos", disse ela.

Antes de se mudar para Nova York, Sophie Theallet trabalhou com Jean-Paul Gaultier e Azzedine Alaia. "Como imigrante neste país, fui abençoada em poder perseguir meus sonhos nos Estados Unidos.

Vestir a primeira-dama Michelle Obama nos últimos oito anos foi uma honra. Ela contribuiu para o nosso nome ser reconhecido e respeitado em todo o mundo". As estilistas Kaelen Hawort e Carmen Marc Valvo também disseram que não vão vestir Melania Trump.