Ataque em escola mata sete crianças na Síria

Atentados em Aleppo deixaram mais 20 alunos feridos

Por O Dia

Síria - Pelo menos sete crianças morreram e 20 ficaram feridas neste domingo após projéteis atingirem uma escola e outras áreas do oeste de Aleppo, no norte da Síria, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos. Os ataques ocorreram nos bairros de Al Forqan e Al Mokambo, nos arredores do parque de Al Sabil, e na região de Shijan, todas controladas pelo regime de Bashar al Assad. A ONG não descartou a possibilidade de que o número de vítimas aumente, já que há feridos em estado grave.

Ataque em escola deixou sete crianças mortas na SíriaAFP

Um dos projéteis atingiu uma sala da escola de Al Forqan e matou sete alunos. Uma professora e outros 19 estudantes ficaram gravemente feridos, segundo o Observatório. 

Com as sete crianças mortas, sobe para 13 o número de civis que perderam a vida desde a sexta-feira por ataques com projéteis nos bairros do oeste de Aleppo.

No leste da cidade, controlado pela oposição, seguem os confrontos entre os rebeldes e as forças leais ao governo.

Mais cedo, o Observatório informou que pelo menos 54 civis morreram nas últimas 24 horas em regiões rebeldes de Aleppo em ataques aéreos e de artilharia do regime de Al Assad. Até ontem à ontem, 180 pessoas tinham perdido a vida nos intensos bombardeios promovidos pela Força Aérea da Síria no leste da cidade.

Os ataques foram reiniciados na terça-feira, após três semanas de interrupção, embora a Rússia tenha negado o envolvimento de aviões do país e do Exército sírio na ação.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência