Poluição do ar mata quase 500 mil pessoas por ano na Europa

Relatório mostra que qualidade da atmosfera melhora no continente, mas ainda provoca mortes prematuras e redução na qualidade de vida

Por O Dia

Dinamarca - Apesar de estudos apontarem que a qualidade do ar está melhorando na Europa, a poluição continua sendo o principal fator ambiental de risco para a saúde humana, matando 467 mil pessoas por ano, de acordo com um relatório divulgado nesta quarta pela Agência Europeia para o Ambiente (EEA).

O documento, intitulado "Qualidade do Ar na Europa em 2016", mostra que a poluição provoca mortes prematuras e reduz a qualidade de vida em todo o continente. O relatório foi divulgado no mesmo dia em que o Parlamento Europeu aprovou em Estrasburgo um projeto que introduz novos limites de emissão de gases causadores do efeito estufa para o período de 2020-2030. Cerca de 85% da população europeia foi exposta a partículas PM2.5 em níveis considerados danosos para saúde pela Organização Mundial da Saúde (OMS). "É claro que os governos locais e regionais desempenham um papel central na busca por soluções", disse o comissário europeu para o Meio Ambiente, Karmenu Vella

Últimas de _legado_Mundo e Ciência