Brasileira chefiará gabinete de novo presidente da ONU

Maria Luiza Ribeiro Viotti era embaixadora do Brasil na Alemanha. António Guterres terá outras duas mulheres nos postos mais importantes da organização

Por O Dia

Alemanha - Uma brasileira, Maria Luiza Ribeiro Viotti, será a chefe de gabinete do futuro secretário-geral da ONU, António Guterres, anunciou ontem a organização. No círculo mais próximo do mandatário, estarão outras duas mulheres, uma nigeriana e uma sul-coreana.

Guterres anunciou ainda que Amina J. Mohammed, da Nigéria, será a vice-secretária-geral e a sul-coreana Kyung-wha Kang assumirá um novo cargo, de Assessora Especial em Política.

A escolha foi feita pela sólida experiência que as três possuem em assuntos globais, desenvolvimento, diplomacia, direitos humanos e ação humanitária, segundo a organização.

“Estas indicações são o alicerce do meu time, que continuarei a construir, respeitando meu compromisso de igualdade de gênero e diversidade geográfica”, disse Guterres. Maria Luíza Ribeiro Viotti é atualmente subsecretária para Ásia e Pacífico do Ministério de Relações Exteriores do Brasil, onde tem especial responsabilidade pelo trabalho com os BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

Diplomata de carreira desde 1976, recentemente foi embaixadora na Alemanha (2013 a 2016). Serviu ainda na Missão do Brasil junto às Nações Unidas, em Nova York, na Embaixada do Brasil em La Paz e em diversas posições no Itamaraty em Brasília.

Maria Luiza foi Representante Permanente do Brasil junto às Nações Unidas de 2007 a 2013, tendo chefiado a delegação do Brasil junto ao Conselho de Segurança em 2010 e 2011. Presidiu o Conselho de Segurança em fevereiro de 2011.

Nascida em 1954, é casada e tem um filho. Economista graduada na Universidade de Brasília, cursou o Instituto Rio Branco, academia diplomática brasileira. Amina J. Mohammed é ministra do meio ambiente da Nigéria e foi assessora especial do secretário-geral Ban Ki-moon. Kyung-wha Kang foi vice alto-comissária para Direitos Humanos entre 2007 e 2013.