Cuidados nas festas de fim de ano podem ajudar a manter a forma e a saúde em dia

Siga recomendações básicas de nutricionista, endocrinologista e prepador físico para confraternizar sem passar fome e não se arrepender depois

Por O Dia

Rio - Rabanada, peito de peru defumado, farofa carregada no bacon… Final de ano é sinônimo de mesa ‘gorda’ e dietas indo por água abaixo. Mas acredite, alguns pequenos cuidados podem ajudar a manter a forma e a saúde em dia. As dicas dos especialistas são simples e muita gente já ouviu falar. Mas na hora de pôr em prática, seja sedentário ou atleta, muitos escorregam e caindo em tentações.

Siga recomendações básicas de nutricionista, endocrinologista e prepador físico para confraternizar sem passar fome e não se arrepender depoisRENATO FONSECA/ Foto de arquivo

Desde que começou a reeducação alimentar, a advogada Anna Paula G. Toledo passa por essas datas sem sofrimento. Rabanada não é o seu forte mas também não deixa de comer um bom quitute. “Aprendi a comer tudo com moderação. Em ocasiões festivas prefiro pratos mais leves e evito fritura”, diz.

A nutricionista Patricia Schwengber, que tem um trabalho dedicado à área materno-infantil e é especialista em obesidade e emagrecimento, levanta a taça para os que escolhem ceiar antes da meia-noite. “O ideal é seguir o horário do jantar, dormir com o estômago cheio dificulta a digestão”, diz.

Endocrinologista, Diana Sá lembra que, para manter o corpinho, é importante não beliscar a noite inteira. “Assim você perde a noção de quanto está ingerindo. Deixe para fazer um prato saudável no jantar e comece com uma salada”, orienta.
Médicos explicam que o tabagismo combinado ao consumo excessivo de álcool e de comidas hipercalóricas e cheias de sódio são um fator complicador. A mistura causa, horas depois, picos hipertensivos que podem levar a um AVC, enfarte ou uma arritmia cardíaca. Portanto, é bom confraternizar sem excessos à mesa.

DANÇA E BRINCADEIRA

Nutricionistas recomendam mudar o foco dos pratos servidos para as pessoas que estão ao redor. É melhor conversar, dançar e participar de brincadeiras, por exemplo.

O preparador físico, João Paulo Costa, da Academia Evidence, na Tijuca, frisa que é importante manter o ritmo de atividades físicas antes das festas. Para quem é sedentário, ele afirma que ainda há tempo de dar o primeiro passo e começar a se mexer. “Não tem como fazer mágica, mas é possível balancear o exercício físico e o que se ingere de alimentos. Para isso, é importante respeitar os limites de cada pessoa e encontrar um meio prazeroso de entrar em forma”, explica o profissional.

VEJA AS DICAS

Longe da mesa

Converse, dance e aproveite sua festa tirando o foco da mesa. Substitua os doces por sorvete de frutas ou as frutas desidratadas, como a tâmara, ameixa, figo e damasco. Uva passa e o grão de bico estão liberados. 

Recuse a bandeja

Não exagerar nas quantidades e não coma tudo que for servido durante as festas. Aceite apenas o que mais gosta. Prefira pratos grelhados sem a pele, ao invés de alimentos com molho, maionese e frituras 

Menos álcool

Se mesmo assim, acabar comendo muito, tente não ingerir bebida alcoolica.
No lugar dos refrigerantes, opte por beber água aromatizada, água pura ou sucos naturais. A opção ajuda a baixar o açúcar no sangue. 

Bastante água

Hidrate-se durante o dia das festas principais da época. Isso prepara o organismo para o ritmo noturno, facilitando a boa aceitação dos alimentos em horário fora do habitual. Assim, é possível aproveitar melhor os bons momentos

Exercícios físicos

Para quem já pratica exercícios, dois dias de calorias não interferem no ganho de peso. Já os sedentários devem começar logo uma atividade, nem que seja caminhada de 20 minutos. Os resultados são rápidos para os iniciantes. 

VIVA A CULINÁRIA

Uma alternativa mais saudável à tradicional ceia de natal e de Revéillon é uma mesa bem colorida e repleta da culinária viva, com refeições à base de alimentos crus, sementes germinadas e brotos. A consultora Fernanda Grien, dona da Broto Vital, é especialista no cardápio e, para o período, sugere um arroz de couve-flor, acompanhado de bacalhau e uma bela salada verde.

De sobremesa, Fernanda Grien sugere o panetone vivo e dá a receita de um sorvete de jaca com nozes germinadas. Ela conta que alguns pratos podem ser amornados, fermentados ou desidratados. Nesse caso, nada pode passar dos 42ºC. “O foco é conservar a energia vital que existe nos alimentos”, explica.


O período é ideal para renovar hábitos e começar pela alimentação é um bom primeiro passo, ela diz. Mais receitas na página da Broto Vital no Facebook.

SORVETE DE JACA COM NOZES 

- 2 xíc. de jaca picada
- 1/2 xícara de nozes hidratada (8 horas na água)
- 1 cenoura

Congele a jaca por até seis horas. Retire e coloque aos poucos no liquidificador. Com a ajuda da cenoura, empurre a jaca até ficar uma mistura com textura de sorvete. Seque e pique as nozes ou faça uma farofa no processador. Servir junto.

Sorvete de jaca com nozesDivulgação


Últimas de _legado_Mundo e Ciência