Estudo mostra ser possível desviar a órbita de asteroide

Objetivo é evitar choque com a Terra

Por O Dia

Rio - Parece roteiro de filmes como Armageddon e Impacto Profundo, mas não é. Pesquisa feita pelo Instituto de Estudos do Espaço mostra ser possível desviar a órbita de um asteroide e evitar que se choque com a Terra ao usar um projétil. Tudo dependeria, segundo o levantamento, da composição, densidade e estrutura interna do asteroide. O estudo saiu na revista “The Astrophysical Journal”. 

Pesquisa se baseou em asteroide que explodiu na Rússia em 2013Reprodução

A publicação mostra os efeitos do impacto de um projétil sobre o asteroide. A pesquisa se baseou no asteroide Chelyabinsk, que explodiu em 2013 sobre a Rússia, após atravessar a atmosfera, ferindo mil pessoas.

Os pesquisadores mediram as propriedades mecânicas do meteoro no laboratório de nanoindentação dirigido pelo pesquisador Jordi Sort da Universidade Autônoma de Barcelona.

Em 2015, O DIA mostrou que cientistas da Nasa e da Agência Espacial Europeia trabalhavam num megaprojeto para tentar salvar o planeta da destruição de suposta colisão com asteroide. Uma missão lançaria sondas no espaço em 2020 e 2021 para fazer a pesquisa.

Ontem, Observatório Nacional informou que um asteroide de grandes dimensões passaria perto da Terra mas que não havia risco de colisão. O objeto, identificado como 2013FK, tem 94 metros de diâmetro estava a uma distância, segura, de 2,7 milhões de quilômetros do planeta.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência