Trump reitera que empresas que saírem do país "pagarão preço alto"

Presidente aproveitou ocasião para se dirigir ao exército, afirmando que os EUA podem expandir os pedidos de aviões F-18

Por O Dia

Estados Unidos - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou em discurso na fábrica da Boeing, na Carolina do Sul, que o ambiente de negócios no país melhorou desde que assumiu a presidência e, por isso, as empresas estão voltando a produzir em solo americano, usando como exemplo a General Motors e a Fiat Chrysler, que recentemente anunciaram o investimento em fábricas no país.

"Haverá uma multa muito grande para empresas que saírem dos EUA. Vamos tornar muito mais fácil produzir aqui e muito mais difícil sair", declarou o republicano.

Ele também voltou a prometer a redução de impostos "para todos", incluindo classe média e empresas. "Vamos reforçar nossas regras comerciais e acabar com trapaças de comércio. Não vamos mais deixar que outros países levem vantagem sobre nós".

Trump aproveitou a ocasião para se dirigir ao exército, afirmando que os EUA podem expandir os pedidos de aviões F-18, e prometeu "reformular totalmente" a instituição. "Vamos construir um exército tão forte que ninguém vai ousar desafiá-lo. A paz virá através da força".

Últimas de _legado_Mundo e Ciência