Número dois do Exército do Iêmen morre em ataque com míssil

Atentado aconteceu nos arredores da cidade de Al Moja, no litoral do Mar Vermelho, e assumido pelo grupo 'houthis'. Outras sete pessoas morreram

Por O Dia

Sana - O subchefe do Estado-Maior da defesa do Iêmen, general Ahmed Seif al Yafai, morreu nesta quarta-feira em um ataque com míssil lançado pelo grupo rebelde dos houthis contra seu veículo, nos arredores da cidade de Al Moja, no litoral do Mar Vermelho. Além dele, outros sete oficiais do Exército que viajavam com ele também morreram no atentado.

O primeiro-ministro iemenita, Ahmed Obeid bin Daghr, expressou sua tristeza e pesar pela morte deste "dirigente valente", em mensagem divulgada através da rede social Twitter.

Al Yafai é o primeiro dirigente militar de alto categoria que morre no Iêmen, palco de um conflito armado há mais de dois anos e no qual intervém uma coalizão de países sunitas liderados pela Arábia Saudita contra os rebeldes xiitas.

Os corpos de Al Yafai e dos outros mortos foram transferidos à cidade próxima de Áden, sede temporária do governo iemenita, em um helicóptero da coalizão árabe, informou a televisão estatal. Al Yafai era o responsável das forças governamentais encarregadas de arrebatar dos houthis o controle dos territórios ocidentais do país, onde estes dominam amplas áreas, incluída a capital, Sana. 

Últimas de _legado_Mundo e Ciência